O Mercado de Trabalho e seus Desafios | Mentor de Pessoas

Dicas sobre o mercado de trabalho, o ambiente de trabalho, as profissões, os negócios, resenhas críticas de obras importantes para a carreira profissional, e muito mais.

O Mercado de Trabalho e seus Desafios | Mentor de Pessoas -

Forças Motivacionais

 mentordepessoas_forças-motivacionais

A motivação pode ser usada com diferentes significados, pode-se falar em motivação no trabalho, no estudo, em passeios e até mesmo para não fazer nada. O termo motivação indica causa ou motivos que produzem determinado comportamento, seja ele qual for, é ainda uma fonte inspiradora para qualquer pessoa possa irem busca de uma meta, enfrentando para isso, qualquer barreira. 

 

De acordo com Alberto (2006),

Para Taylor o homem só é motivado através do dinheiro, do trabalho sob pressão, ou seja, para ele o homem não gosta de trabalhar, precisa ser controlado de perto, tanto que o modo de administração de Taylor era “Up Botton”, de baixo para cima. (ALBERTO, 2006, p. 02).

 

Com isso, quanto mais se produzisse mais se ganharia, não considerando aí os fatores motivacionais que levam o indivíduo a produzir. Observando esses fatores e determinando regras.

 

Mas, de acordo com estudos de Mayo, um teórico que era contraio a Taylor, não apenas os fatores externos, mas os fatores internos, também motivavam as pessoas.

 

Mayo provou que os trabalhadores não eram somente motivados pela remuneração, mas também pelas condições de trabalho e pela chefia. ou seja, existiam também, os fatores internos, ou seja, pontos psicológicos, a pessoa se sentindo importante para a organização ela se sentiria motivada a produzir mais. (ALBERTO, 2006, p. 02)

 

Leia Também:

O Diferencial para o Sucesso Sustentável do Profissional do Futuro

Avaliação de Desempenho

 

Assim, a motivação representa o resultado dos impulsos que agem com força sobre as pessoas, levando-as a ação, para que essa ação ou reação aconteça, é necessário que seja implantado um estímulo, seja ele externo ou interno.

 

Para Herzberg, a motivação de cada individuo é dependente de dois fatores, o higiênico e motivacional. Os fatores higiênicos referem-se aos pontos externos dos indivíduos, ou seja, a pessoa enquanto trabalha está rodeada de condições físicas, que são: salário, política da empresa, benefícios sociais e regulamentos internos etc. As organizações usam esses fatores higiênicos para tentar a insatisfação das pessoas, mas eles não são duradouros com o tempo são esquecidos ou vão deixando de ter tanta importância. Os motivacionais referem-se aos sentimentos de realização de crescimento e reconhecimento profissional, diferente dos higiênicos, os motivacionais são duradouros, são manifestados através dos exercícios das tarefas e atividades que fornecem desafios suficientes e significativos ao trabalho. Sendo assim, os desafios nas tarefas estimulam as pessoas a aumentar a produtividade em um nível de perfeição, ou seja, os desafios fazem com que os indivíduos sintam que eles e as tarefas realizadas dos mesmos são importantes para suas auto-realização e para o crescimento da organização. (Alberto (2006, p.03).

 

Os fatores motivacionais se refere à liberdade de decidir como executar trabalho, promoção, uso pleno das habilidades pessoais e enriquecimento do cargo etc, assim Herzberg conclui que a insatisfação no cargo é função do ambiente e da supervisão, isso é chamando de fator higiênico, a satisfação no cargo é função das atividades desafiadoras e estimulantes do cargo que é chamada de fator motivacional

 

Cada indivíduo tem a capacidade para desenvolver certas forças, que são reflexo do ambiente cultural que vive, e que afetam a maneira pela qual a pessoa encara seu trabalho e sua vida pessoal. Destas forças algumas são dominantes.

 

Leia Também:

Inteligência Emocional como Diferença no Mercado de Trabalho

Capital Intelectual como Ferramenta de Vantagem Competitiva – Parte 1

 

Pessoas motivadas pela realização trabalham mais, quando seus supervisores oferecem uma avaliação detalhada de seus comportamentos no trabalho e tendem a escolher colaboradores que sejam tecnicamente capazes, sem se importar com os sentimentos pessoais que possam ter por eles (LESSA, 1999, p. 33).

 

A Motivação para a realização de alguma coisa, se refere à força que algumas pessoas têm de vencer desafios e obstáculos para alcançar seus objetivos Onde a realização é mais importante do que alguma recompensa que possa acompanhá-la.

 

A Motivação por afiliação, é um impulso para o relacionamento com pessoas em bases sociais”. (BERGAMINI, 1997, p. 40).

 

As pessoas motivadas pela afiliação trabalham melhor quando elogiadas por atitudes favoráveis e de cooperação, e tendem a escolher colaboradores amigos para estarem a sua volta, pois desejam liberdade para desenvolver relacionamentos amigáveis no trabalho.

 

As pessoas motivadas pela competência também esperam um trabalho de alta qualidade daqueles com quem interagem e podem tornar-se impacientes caso o trabalho saia com um nível inferior. Sua preocupação com a qualidade do trabalho é tão grande que a quantidade da produção e a importância dos relacionamentos humanos ficam em segundo plano (Bergamini, 1997, p. 44).

 

A Motivação para a competência, está relacionada com o impulso para fazer um trabalho de alta qualidade. Empregados motivados pela competência procuram o domínio do trabalho, o desenvolvimento das atividades de resolução de problemas e esforçam-se em ser inovadores. Em geral executa um bom trabalho devido a satisfação interior que sentem ao fazerem isso.

 

Necessidade de poder institucional – é a necessidade de influenciar o comportamento dos outros para o bem de toda a organização. As pessoas com essas características se tornam excelentes administradores. Necessidade de poder pessoal – é a necessidade de influenciar o comportamento dos outros para prestígio pessoal. As pessoas com essas características têm tendência a ser um líder mal sucedido. (Coda, 1905, p. 52).

 

A Motivação para o poder é o impulso para influenciar pessoas e mudar situações. Criam impactos nas organizações e assumem os riscos de criá-los  Uma vez obtido, o poder pode ser usado construtiva ou destrutivamente. Existem dois tipos de motivação pelo poder:

 

O conhecimento das forças motivacionais ajuda os administradores a compreenderem as atitudes de seus colaboradores no trabalho. Podendo lidar com cada colaborador de maneira particular, levando em consideração o impulso motivacional mais forte em cada caso.

 

Uma das formas de promover a motivação dos trabalhadores nas organizações é atentar para a saúde física destes quando da realização da suas atividades laborais.

 

A preocupação da saúde no trabalho não é recente, posto que já era estudada na Grécia antiga, tanto que Couto (1995) lembra que foi durante a I Guerra Mundial, com a fundação da Comissão de Saúde dos Trabalhadores na Indústria de Munições que a preocupação tomou os primeiros contornos.

 

O conteúdo das atividades laborais a qualidade das relações humanas e sociais no trabalho e a motivação podem ser fontes de prazer e equilíbrio para o homem, mas quando esses fatores não estão presente, o trabalho torna-se fonte de desprazer e sacrifícios. Por isso, a busca do prazer e a fuga do desprazer constituem um desejo permanente do trabalhador, o que é essencial para a promoção da sua saúde mental e física. (DELIBERATO, 2002).

 

Leia Também:

Promoção da Atividade Física

 

A Ginástica Laboral atua nas organizações influenciando na melhoria da qualidade de vida pessoal e no trabalho, aumentando a produtividade nos sistemas de gestão das organizações e das pessoas. Para tanto, faz-se necessário conhecer essa prática de exercícios físicos no ambiente de trabalho, que atuam como motivador, atuando também na qualidade de vida das pessoas.

 

Esse é o último artigo da série sobre Motivação. Espero que tenham gostado!

Segue abaixo os links dos três artigos da série:

 

Motivação

Motivação nas Organizações

Forças Motivacionais

 

Dilermando é graduado em Administração e pós-graduado em Marketing e Administração. Profissão: Auditor de Processos de Gestão

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*